quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Antes de vir para Aveiro, as únicas tripas que conhecia eram as tripas à moda do Porto, o que deixou a jovem caloira perdida no meio de Aveiro em mim a pensar que estava numa terra de doidos, visto que volta e meia via sítios que diziam que vendias tripas, até que cheguei à conclusão que as tripas de Aveiro eram "uma espécie de crepe" com algum recheio fiquei mais descansada, mas ainda estava um bocado cética, porque sou MUITO esquisita com a comida, e as tripas na altura não me inspiravam grande confiança.

Até ao dia em que tudo mudou.

Há cerca de um ano certinho, estávamos no Parque de Feiras e Exposições, no FAN (Festival Aveiro é Nosso, semana de integração, que neste ano se chama HUG, ugh...), e uma amiga minha conseguiu miraculosamente convencer-me a experimentar as ditas tripas. Gostei, a minha primeira foi boa, mas não foi assim grande coisa, mas foi suficiente para começar a gostar de tripas.

Foi no dia a seguir que tudo mudou a sério, foi com a tal minha amiga ao Fórum (as amigas dela do secundário vinham ao FAN e ela "adotou-me"), fomos comer a segunda tripa da minha vida, e o meu mundo parou.

Era de chocolate branco, e estava tão boa, que nem conseguia prestar atenção ao que elas me estavam a dizer, foi um momento assim para lá de abençoado. Ainda hoje me lembro daquela tripa maravilhosa, e quão me aqueceu o coração.

Depois dessas tripas, vieram muitas mais: a de ovos-moles que comi com os meus pais, a de Kinder Bueno que comi depois da Passeata Noturna, a tripa de Nutella que comi na noite da gala porque minha amiga não conseguia comer mais, a de chocolate de avelã que comi no TêZero (foi a  única que comi lá), e tantas outras que no Inverno me aqueciam as mãos ás tantas da manhã e que no Verão  me "queimavam" os dedos.

É por estas e por outras que já me chamaram de Rainha das Tripas, volta e meia quero ir às tripas, a certa altura até criei um grupo no Facebook para o pessoal ir comer tripas (não deu grande resultado).
Adoro tripas, são tão boas, gosto delas de forma irracional.
Mas por algum motivo, a bolacha americana ainda não me convenceu.
Oh well...

Vai uma tripa?

Com amor,
Laura

Sem comentários:

Enviar um comentário