terça-feira, 14 de julho de 2015

Preciosidades que encontro quando estou a fazer limpezas

Era uma vez, a minha pessoa a arrumar o quarto, quando, de repente, decido ver o que estava dentro da minha caixa de recordações, e limpar a minha estante...

Estava a limpar mais ou menos assim.
E encontrei os meus diários antigos.
Um de 2005 até 2007 (com muitas pausas no meio).
Um das férias, onde só tinha escrito meia dúzia de vezes,em 2008 e 2009.
Era um diário que eu tinha nos Açores a apanhar pó, então comecei a escrever nele, enquanto o meu principal estava no continente.
E o último, onde escrevi desde 2011 até 2013 (com algumas pausas no meio).

Decidi fazer uma review, com gifs, a representar o que sinto em relação a cada um deles.
Aqui vai:

O 1º é hilariante, sou eu do 2º ano até ao 4º, a queixar-me de não poder brincar por ter de fazer os trabalhos de casa, do ballet, da piscina, dos meus amigos, do meu príncipe encantado (quando lia estas partes apetecia-me vomitar), das brincadeiras que eu fazia, etc.



No 2º passo basicamente o tempo todo a queixar-me do meu irmão e do meu primo Gaspar.
O Gabriel ainda não tinha nascido, senão falava do quão rebelde ele é.
Ele sobe para as rochas quando lhe dizemos para ir para a toalha.
Thug life.



O último meteu-me nojo, nostalgia, e fez-me perceber o quão irritante eu era
Colagens, cores, eu a queixar-me dos testes (ai se eu soubesse o que estava para vir), eu a falar da minha BFF (com que deixei de falar), eu a falar das pessoas com quem pouco falava (que agora são as minhas melhores amigas), do quanto eu amava eternamente os meus príncipes encantados(agora até dá arrepios só de pensar nisso, e como no 1º diário, vomitar também), da televisão que via, a falar de coisas que me aconteciam nas aulas, das minhas pequenas guerras mundiais com pessoas que eu odiava, e assim, enfim.

Mais alguém já viu este filme ?
Eu já, adorei-o e recomendo-o !

 


Em geral, foi uma experiência gira, que espero e também uma das razões que me fazem ter este blog, um dia, chegar aos meus 90 anos, e ver como é que eu pensava quando tinha a idade dos meus bisnetos.
Vai ser giro repetir daqui a uns anos :P

Mas acho que o mais estranho de tudo foi, ler as entradas, e lembrar-me dos dias em que as escrevi, nem que sejam só umas amêndoas de chocolate que comi, ou as sensações que tive.
Foi giro.

E, vamos ser um bocadinho filosóficos, eu sou sempre a mesma pessoa , as guerrinhas sem jeito nenhum,as indecisões, as alegrias, as tristezas, as malandrices e as inseguranças, fizeram-me a pessoa que sou hoje, e isso é o mais importante.
Mais nada.

E ainda me falta descobrir outro diário, que não faço a mínima ideia de onde está.
E sim, eu passava o tempo a escrever.
Por isso é que tive 4 diários.
Que rebeldia.

Também tiveram/tem diários ?
No caso de os terem, depois de os lerem outra vez:
Acham que conseguiam aguentar o vosso eu que escreveu o que leram ?
Mais uma vez, deitem cá para fora :)

Kiss and hug,
Laura

3 comentários:

  1. às vezes pensamos que não mudamos.. mas mudamos muito ao longo do tempo :) e só com essas preciosidades escritas é que nos voltamos a lembrar de imensas coisas...

    ResponderEliminar
  2. Eu tive vários diários, mas nunca escrevi muito regularmente. No entanto tenho a certeza que ia gostar de os ler agora. :) Tenho de ir ver disso!

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Nunca tive um diário, sou uma triste, lol!!!!!!!

    ResponderEliminar