segunda-feira, 20 de abril de 2015

Em Filosofia temos feito pequenos debates sobre a maternidade de substituição (barrigas de aluguer), e eu gostava de saber as vossas opiniões em relação a este (delicado) assunto.

Falo por mim quando digo que sou contra.

O desgaste emocional, a qualidade de vida das barrigas de aluguer (que em muitos casos, com na Índia, vivem em condições precárias), o facto de existirem tantas crianças para e por adotar neste país e pelo mundo. E as questões que coloca, por exemplo, imaginemos que um casal recorre a uma barriga de aluguer, e tudo corre bem, durante a gestação o casal continua a trabalhar sem problemas, quando a criança nasce, teriam direito a licença de maternidade/paternidade? E quando se vêem noticias como esta que nos  fazem pensar um bocado no assunto.

Então, o que acham deste assunto, são a favor ou contra ? E porquê ?
Despejem tudo cá para fora ! 


Ah, também soube a minha nota do teste de Biologia. Pensava que ia ter um 8 ou 9 (correu-me mesmo mal), mas tive uma nota, digamos, como as do costume, 14.5.
Fiquei feliz e contente.

Kiss and hug,
Laura

2 comentários:

  1. É uma questão muito complicada. Mas, à partida, eu também sou contra!!

    ResponderEliminar
  2. Sou contra.. Como estudei a psicologia o bebé ficará sempre com o laço entre mãe e filho! Não devia ser permitido

    ResponderEliminar

A minha foto
19 | Açoriana que cresceu em Viana do Castelo | Hufflepuff | Estudante de Marketing em Aveiro

Old stuff